Home / Notícias / Servidores municipais lotados no SAMU decidem paralisar atividades

Servidores municipais lotados no SAMU decidem paralisar atividades

ReproduçãoA mobilização sempre leva à vitória. Com esse sentimento, os trabalhadores e trabalhadoras do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) realizaram assembleia, na manhã desta segunda-feira (12), na sede do órgão, no bairro do Pau Miúdo.

Sem fugir ao enfrentamento em nome da defesa do servidor municipal, a direção do Sindseps esteve representada no ato pelos diretores Everaldo Braga e Josué Santana. O apoio do seu sindicato foi importante em atendimento a convocação feita pelos anjos da vida, para que a entidade participasse da luta da categoria.

A paralisação decidida pelos servidores municipais lotados no SAMU reforça o movimento paredista iniciado desde o último dia 24 de abril. Segundo o diretor do Sindseps, Everaldo Braga, a expectativa é de que aconteçam novos atos em defesa do reajuste salarial da categoria. “Precisamos continuar cobrando da gestão que valorize esses profissionais que salvam vidas a cada segundo na cidade. Este serviço não pode continuar sendo apenas vitrine política, pois é um trabalho sério, dedicado e honrado, que é protagonizado por verdadeiros anjos. Por isso, entendemos ser necessária a paralisação, para que a Prefeitura se permita a negociar o incremento dos salários”, afirmou Braga.

As próximas mobilizações serão divulgadas, enquanto isso, novas tentativas de negociação com a gestão municipal serão tentadas para conquistar o reajuste dos servidores da assistência à saúde.

Além disso, verifique

Conquista do trabalhador com a marca do Sindseps: redução de carga horária

Diante dos pedidos feitos pelos filiados ao Sindseps para que a entidade defendesse junto à ...

3 comentários

  1. Everaldo e demais membros do sindicato, nós servidores lotados no complexo municipal de saúde localizado na Av. Vasco da Gama, pedimos, que os respeitosos sindicalistas realizem um movimento em frente ao prédio, inclusive colocando faixa esclarecendo que os servidores lotadas estão em greve. No referido prédio funcionam vários órgãos com grande número de cargos de chefias e muitos funcionários terceirizados, gerando grande movimento e muitos carros estacionados no local. Quem passa pelo prédio tem a sensação que os servidores não estão em greve. Tenho certeza que isso enfraquece o movimento. POR FAVOR NOS ATENDA, ESTAMOS NOS SENTINDO ISOLADOS E SOFRENDO PRESSÕES, PRECISAMOS NOS UNIR.

    • Olá Brenno,

      Peço-lhe a gentileza de entrar em contato com o diretor Everaldo Braga, no celular 71-99824977 (TIM). Certamente, ele terá atenção suficiente para defendê-lo.

      Atenciosamente,

      Assessoria de Comunicação

  2. Nós aqui de lauro de freitas estamos solidário a está situação que o poder público deixou chegar só eles que não ver que os funcionários tem que ter respeito e condições dignas de trabalho um absurdo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.