Home / Notícias / Agentes de saúde reclamam falta de repelentes para uso em trabalho

Agentes de saúde reclamam falta de repelentes para uso em trabalho

Além do inimigo mais letal enfrentado nos últimos tempos, os agentes de saúde que diariamente atuam no combate às situações endêmicas estão tendo que suportar o descaso da gestão do Centro de Controle de Zoonoses – CCZ. A exposição aos transmissores das arboviroses está causando medo e temor nesses servidores da saúde municipal.

A falta do repelente tem sido reclamada pelos agentes de saúde e até o momento, o CCZ não providenciou o produto para proteção dos trabalhadores. Como diz o ditado “casa de ferreiro, espeto de pau” cabe adequado para ilustrar a situação, pois enquanto defendem a saúde da população e enfrentam os transmissores de doenças endêmicas estão virando alvo em locais insalubres.

Existentes em diversas variedades, os repelentes são produtos indispensáveis em ambientes domésticos e principalmente para quem atua no combate às endemias. Neste caso, em especial, se faz necessário atender especificações técnicas suficientes para garantir a devida proteção, não sendo aceitável que soluções remediadoras sejam utilizadas sob o risco de não resguardar os trabalhadores.

“Decididamente isso não pode continuar. É surreal para não dizer estúpido. Estamos combatendo endemias e perigosamente exposto aos mosquitos transmissores. Essa receita de descaso com inércia está deixando os agentes de saúde em risco. Tem colega que não recebe o produto há mais de um ano. Se faz urgente que os repelentes sejam entregues de imediato aos colegas e continuaremos exigindo que seja feito”, afirmou o diretor do Sindseps, Nildo Pereira.

Além disso, verifique

Prefeitura não responde e Justiça nega mandado de segurança para grupo de risco. Sindseps recorre da decisão

Direito líquido e certo buscado é um alento necessário para quem acredita na Justiça. A ...

Um comentário

  1. E qual foi a providência que vocês tomaram porque até agora não teve mudança nenhuma

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.