Home / Notícias / Servidor unido vai vencer a malvadeza. Amanhã tem assembleia novamente

Servidor unido vai vencer a malvadeza. Amanhã tem assembleia novamente

Foto: Jeremias Silva/ASCOM SindsepsNem o calor, muito menos, a prepotência foram suficientes para sufocar a mobilização dos servidores municipais, na manhã desta terça-feira (18). Trabalhadores e trabalhadoras dos diversos órgãos estiveram presentes, na assembleia, na frente da Secretaria Municipal de Gestão (Semge).

A gestão municipal não considerou ouvir a contra-proposta do Sindseps, limitando-se a manter a intransigente oferta de 6% de reajuste para a “Operação Carnaval 2014”. Além disso, ainda tenta afirmar de maneira equivocada, que a categoria aceita o percentual oferecido. Cabe salientar que o valor foi decidido unilateralmente por meio de decreto.

Com relação ao Plano de Saúde, a negativa de informar aos servidores, sobre o andamento do processo de credenciamentos das empresas, aumenta mais ainda, a nossa vigilância. Não podemos permitir que sejam surpreendidos por alguma decisão arbitrária.

Com a intenção expor os servidores ao desânimo e cansaço, por conta do calor escaldante, a gestão – de maneira proposital – demorou de atender os diretores do sindicato, que estavam sendo aguardados para colher informações sobre o Plano de Saúde e tentar negociar novos valores para a “Operação Carnaval 2014”. Não adiantou, pois a aguerrida categoria permaneceu firme na luta.

Foto: Jeremias Silva/ASCOM Sindseps

Os servidores municipais decidiram ampliar a assembleia, que acontecerá nesta quarta-feira (19), às 07h, na frente da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), no Comércio. Após o ato, uma caminhada até a Praça Thomé de Souza demonstrará o repúdio da categoria ao descaso e desrespeito proporcionado pela gestão municipal.

Para a diretora do Sindseps, Edna Maria, a falta de sensibilidade da gestão é característica do grupo político que administra a cidade. Para a sindicalista, a categoria deve manter posicionamento firme neste embate contra esse modelo autoritário. “A mobilização continua e agora, com estado de paralisação. Os servidores municipais podem decidir paralisar suas atividades, a qualquer momento. Devemos mostrar que a malvadeza e a arrogância não combinam com o espírito democrático de nossa gente. Vamos às ruas para dizer ao povo, que estamos sendo maltratados. Reagiremos com postura e decência, pois somos instrumento da cidadania”, declarou.

Compareça e participe de mais um momento de decisão. Nesta quarta-feira (19), 07h, na frente da Secretaria Municipal de Saúde. Venha caminhar conosco para avançar nas conquistas do nosso Plano de Saúde.

Além disso, verifique

Insegurança, risco e medo: servidores do 19° Centro de Saúde pedem socorro

A proteção e saúde do empregado no seu ambiente de trabalho é de responsabilidade do ...