Home / Destaques / Vale a pena lutar: vacinação avança para mais profissões do serviço público e Sindseps continua diálogo pela imunização total

Vale a pena lutar: vacinação avança para mais profissões do serviço público e Sindseps continua diálogo pela imunização total

A definição por parte da Comissão Intergestores Bipartite – CIB para iniciar a vacinação de profissionais de segurança e salvamento é considerada como uma conquista pela diretoria do Sindseps. Na vanguarda do pedido aos órgãos definidores da operação de imunização, a entidade comemora a decisão. A CIB é uma instância deliberativa do Sistema Único de Saúde (SUS) que congrega os municípios baianos.

De acordo com a definição tomada pela CIB, “a imunização contemplará todos que estão na ativa e iniciará de modo escalonado, com pessoas acima de 50 anos”. A ressalva foi feita pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesab).

As forças de segurança e salvamento estão previstas no Programa Nacional de Imunização, do Ministério da Saúde, e são um dos grupos que mais se expõem aos riscos de contágio. No âmbito municipal, guardas civis municipais e agentes de trânsito são duas categorias que estão inseridas no Sistema Nacional de Segurança Pública (SUSP) previsto no artigo 144 da Constituição Federal.

A mobilização na categoria tem sido intensa e contínua. Recentemente, colegas salva vidas e da fiscalização realizaram assembleias setoriais para cobrar a vacinação para essas categorias. Representando esse pleito, a direção do Sindseps notificou à Prefeitura e apontou itens do Plano Nacional de Imunização que podem abrigar a contemplação desses trabalhadores nesta etapa emergencial. “Fazemos intervenções socorristas e nestes salvamentos estamos expostos aos fluídos e aerossóis respiratórios dos resgatados. Manobras de ressuscitação são recorrentes em nosso trabalho e isso precisa ser considerado para que tenhamos biossegurança para atuar”, observou o diretor do Sindseps, Pedro Barretto.

Considerando o início da vacinação de profissionais do serviço público atuantes no combate à pandemia, o coordenador geral do Sindseps, Everaldo Braga, afirma que as intervenções para que novas categorias sejam contempladas continua junto à Prefeitura e a CIB. “Esse êxito obtido é fruto da eficácia das ações protagonizadas pelo Sindseps e entidades irmãs que fazem a luta com inteligência e sabendo onde apresentar as demandas. A decisão da CIB nos traz a certeza de que devemos continuar cobrando que as outras profissões que estão batalhando diariamente contra a pandemia possam ser imunizadas para continuar atuando em prol do povo de Salvador para vencer o coronavírus”, disse Braga.

Já o diretor Bruno Carianha aponta que a imunização é um ingrediente que alivia a pressão mental vivida pelos servidores públicos. “Enfrentar a pandemia de frente e sem qualquer imunização tem sido um desafio gigante para nossos colegas e nós do Sindseps somos conhecedores dessa realidade. Estamos visitando diversos postos de trabalho e sentimos essa triste situação, pois compreendemos e vivemos neste cenário junto com a categoria. Essa nova perspectiva nos traz alento e aumenta nossa responsabilidade para permanecer dialogando para conseguir a imunização de todos os servidores que estão cuidando da cidade”, apontou Carianha.

Além disso, verifique

Semop: pauta apresentada avança e diretores reforçam urgência de encaminhamento das demandas

Diretores do Sindseps acompanhados do coordenador geral da entidade, Everaldo Braga estiveram reunidos com representantes ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.