Home / Destaques / Sindseps e Abasa na missão de defender o trabalho dos colegas salva-vidas

Sindseps e Abasa na missão de defender o trabalho dos colegas salva-vidas

Mais um dia de mobilização e fortalecimento da luta dos trabalhadores e trabalhadoras do serviço público municipal de Salvador. A atitude dos colegas salva-vidas tem sido uma chama sempre acesa para manter nossa categoria em alerta máximo. Prova disso foi mais um encontro realizada pelo Sindseps (@sindseps) junto com a Abasa, na manhã desta sexta-feira (14).

Dialogando com os colegas, o coordenador geral do Sindseps, Bruno Carianha (@brunocarianha2020) e o diretor da Abasa e do nosso sindicato, Pedro Barreto (@draosalva) abordaram sobre os resultados da reunião do dia anterior com o secretário da Semop. As informações foram suficientes para determinar novo posicionamento coletivo na categoria.

A continuação da reforma dos mirantes do Salvamar foi uma garantia do titular da Semop. Além disso, existe a proposta de apresentação no próximo dia 03 de março, do projeto dos novos mirantes para que a categoria possa fazer suas considerações de forma coletiva. Restou acordado também que haverá a contratação de serviço adequado para limpeza dos mirantes e uma análise da situação da aposentadoria especial e formatar um solução quanto ao fardamento.

Diante das promessas feitas pela gestão municipal, o coordenador geral Bruno Carianha alertou sobre a necessidade de continuar a mobilização. “Falamos aos colegas que não podemos esfriar a mobilização por conta de promessas. As garantias virão da atitude em permanecemos vigilantes do cumprimento do que fora acordado. Nosso sindicato mantém firmeza ao lado dos salva-vidas e entendemos que a luta feita é um processo contínuo e que nunca para”, disse Carianha.

Opinião semelhante tem o diretor Pedro Barreto. Comentando sobre a manutenção da mobilização, Barretto aponta novos passos na luta. “Vamos continuar observando todos os aspectos que foram prometidos pela gestão, pois são urgentes e extremamente necessários para que façamos um trabalho ainda mais brilhante para a sociedade. Agora é manter a visitação nos postos, verificar as condições dos mirantes e dialogar permanentemente com os colegas”, afirmou.

Além disso, verifique

Ameaçar ou agredir a imprensa é ferir a democracia

Ameaçar o trabalho da imprensa livre é uma afronta perigosa à sociedade. A comunicação social ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.