Home / Destaques / Servidores municipais decidem iniciar estado de greve para cobrar cumprimento da #campanhasalarial2015

Servidores municipais decidem iniciar estado de greve para cobrar cumprimento da #campanhasalarial2015

DSC_0063A #assembleiageral realizada pelo nosso sindicato, na terça-feira (06), na frente da Secretaria de Gestão (Semge) foi o “cartão de visitas” de nossa categoria para a nova titular da pasta. Ainda sem assumir suas funções no órgão, a nova secretária chega após a exoneração do secretário Alexandre Paupério. Acusado pelo Ministério Público da Bahia (MP/BA) de desviar cerca de R$ 40 mi de convênios na Secretaria Municipal de Educação e Cultura (Secult), Paupério saiu sem cumprir sua palavra no acordo da #campanhasalarial2015.

Com a mobilização feita pelos trabalhadores na porta da Semge, a nova secretária Sônia Magnólia já entendeu que os servidores municipais não se curvam à esta gestão. Mesmo sem assumir o posto por conta de seu vínculo com o serviço público estadual, a gestora atendeu diretores do sindicato e foi notificada da principal pauta da categoria neste momento que é o cumprimento do acordo da #campanhasalarial2015.

A decisão da categoria foi aguardar a primeira reunião oficial com a nova secretária e logo após este encontro, uma nova assembleia geral será marcada para informar aos servidores, o resultado obtido nas negociações e deliberar novos passos da mobilização, que pode culminar em uma paralisação geral dos serviços. Além disso, um estado de greve foi aprovado para cumprir ritos legais.

Além disso, verifique

Unidade na luta: entidades realizam reunião ampliada e traçam estratégias para 2020

Dialogando de forma coletiva para fazermos uma luta com unidade e ainda mais força, a ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.