Home / Destaques / Servidor municipal: participe da discussão da Lei Orçamentária Anual 2017

Servidor municipal: participe da discussão da Lei Orçamentária Anual 2017

A Comissão de Finanças, Orçamento e Fiscalização da Câmara Municipal de Salvador está debatendo a Lei Orçamentária Anual (LOA) 2017. A proposta orçamentária estima receita e fixa despesa para o exercício no montante de R$ 6.710.275.000. O próximo debate será nesta quinta-feira (20), às 19h, na Escola Municipal Cardeal da Silva, no IAPI.

A peça orçamentária será discutida pela diretoria do Sindseps junto com a sociedade civil. A intenção é demarcar os avanços pretendidos pela categoria para o ano vindouro. A ação sindical em torno da Campanha Salarial 2016 continua e novos capítulos serão protagonizados pela representação dos servidores municipais.

A diretoria do Sindseps entende que a participação dos servidores é necessária para garantir que o Orçamento 2017 traga os investimentos necessários para valorização da categoria. “Estaremos nas audiências para apontar quais os interesses dos servidores municipais para compor a LOA 2017. Não aceitaremos o argumento de que os avanços que a categoria exigirá em 2017 não estão contidos no orçamento. Participaremos e solicitaremos à comissão temática da Câmara Municipal que aceite as nossas sugestões”, declarou Bruno Carianha, coordenador da entidade.

“O que não se pode aceitar é que a LOA 2017 apenas contenha valores que interessem ao prefeito, como por exemplo, os astronômicos gastos com publicidade. Alegam crise no país e consequentemente no município, mas apesar disso, pensam em criação de cargos comissionados e aumento de salários de vereadores. O que deve ser afirmado no Orçamento 2017 é que valorizar o servidor municipal é investir na cidade. Estaremos nas audiências e no plenário da Câmara para marcar essa posição”, finalizou Carianha.

Além disso, verifique

Sindseps participa de Congresso Brasileiro de Enfermagem

“A Enfermagem e os sentidos da Equidade”. O 71º Congresso Brasileiro de Enfermagem que acontece ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.