Home / Destaques / Saiba tudo que foi decidido pelos servidores municipais em assembleia: nova assembleia e suspensão da paralisação

Saiba tudo que foi decidido pelos servidores municipais em assembleia: nova assembleia e suspensão da paralisação

Trabalhadores e trabalhadoras realizaram caminhada até à Sefaz apra decidir por nova assembleia e suspensão da paralisação

“A vontade coletiva dos servidores municipais de Salvador mais uma vez foi respeitada e legitimada na assembleia geral”. Com esse comentário, o coordenador geral do Sindseps, Marcelo Rocha falou sobre a decisão tomada pela categoria em realizar nova Assembleia Geral, na próxima semana e suspender o segundo dia de paralisação programado para esta quinta-feira (12).

De forma estratégica e para reforçar a mobilização da categoria, trabalhadores e trabalhadoras decidiram realizar novos atos com a expectativa de ampliar a participação dos colegas e forçar a gestão municipal em ter outra postura negocial com relação ao reajuste salarial.

“Suspender a paralisação foi uma decisão tomada de maneira legítima pelos trabalhadores e trabalhadoras que apontaram ser esse o caminho para não desgastar o movimento e poder mostrar que estamos atuando de forma estratégica, inteligente, madura e que não deixaremos brechas para sejamos prejudicados ou perseguidos pela gestão. Estamos em clara sintonia com a decisão coletiva e defenderemos sempre o que for legitimado nas assembleias”, finalizou Rocha.

Após uma caminhada feita na manhã desta quarta-feira (11), saindo da Semge – onde acontecia a assembleia geral – em direção à Sefaz, os servidores presentes decidiram pela suspensão da paralisação e por mais uma assembleia que vai acontecer na próxima segunda-feira (16), a partir das 14h, na frente da Câmara Municipal de Salvador.

Além disso, verifique

Agentes de saúde continuam unidos pelo Piso Salarial após mais uma reunião na Semge

A diretoria do Sindseps participou de mais uma rodada negocial setorial com a gestão municipal ...

Um comentário

  1. Tania Barbara Chaves Machado

    A decisão foi inteligente, espero que o senhor gestor entenda o nosso propósito ,com a finalidade de rever nossos direitos , perante a categoria. A nossa pauta , tem como finalidade que se cumpra o que se foi pleiteado, portanto a mesa de negociação tem que chegar a um consenso ,que beneficie a categoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.