Home / Destaques / Piso salarial dos agentes de saúde é luta com a marca forte do Sindseps

Piso salarial dos agentes de saúde é luta com a marca forte do Sindseps

foto: Jeremias Silva/ASCOM SINDSEPS
Representantes do Sindseps cobraram o imediato pagamento do piso salarial dos agentes de saúde

A cobrança pelo imediato pagamento do Piso Salarial Nacional dos agentes de saúde foi tema abordado durante reunião da Mesa de Negociação, na tarde desta quinta-feira (14), na sede da Secretaria Municipal de Gestão (Semge).

O representante da Semge alegou que a administração municipal aguarda a publicação de uma portaria ministerial prevista no texto da lei que aprovou esta matéria de interessa da categoria.

Atentos às tentativas da gestão de não pagar o Piso Salarial de maneira imediata, os representantes do Sindseps demonstraram que não há necessidade de aguardar tal publicação para iniciar este pagamento. Além disso, os diretores Edna Maria, Rogério Dantas, Enádio “Careca” e Nildo Pereira foram enfáticos em afirmar que, mesmo com a alegada dificuldade financeira, a categoria continuará perseguindo esta conquista. Este entendimento deve continuar valendo nas próximas rodadas de negociação, desta vez, envolvendo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

“Deveremos aumentar a mobilização da categoria. Os agentes de saúde terão todo o apoio do Sindseps nesta batalha. Enxergamos obstáculos que serão colocados à nossa frente. Percebemos que somente com a unidade na luta é que teremos o Piso Salarial Nacional. Se preciso for, vamos reiniciar nossa peregrinação para fazer valer essa conquista. Nossas ações serão responsáveis e sempre respeitadas, pois não teremos condutas individualistas. Defenderemos o interesse coletivo”, disse Edna.

As condições de trabalho dos agentes de saúde também constaram da reunião na Semge. Para o diretor Enádio “Careca”, essa situação complica ainda mais a vida no campo de trabalho. “Estamos sempre zelando pela saúde coletiva na cidade, mas, em contrapartida, não são oferecidas as mínimas possibilidades de exercer essa missão com dignidade. Fardamento deficiente, mochilas pesadas e danificadas, equipamentos precários e nem mesmo, a valorização garantida por lei é oferecida. Alertamos para este descaso e exigimos providências da gestão”, disparou “Careca”.

A diretoria convoca a categoria para manter a mobilização em prol do Piso Salarial. Fique atento ao nosso site e nos perfis das redes sociais pelo Facebook (clique aqui), Twitter (clique aqui) e no Instagram (clique aqui).

Além disso, verifique

Unidade na luta: entidades realizam reunião ampliada e traçam estratégias para 2020

Dialogando de forma coletiva para fazermos uma luta com unidade e ainda mais força, a ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.