Home / Destaques / Intervenções do Sindseps feitas no começo de abril resultam no início da testagem rápida para servidores

Intervenções do Sindseps feitas no começo de abril resultam no início da testagem rápida para servidores

A Prefeitura de Salvador anunciou nesta terça-feira (19) que vai realizar a testagem rápida de 31.470 profissionais em Salvador que estão atuando na linha de frente ao combate à Covid-19. Servidores de outras esferas administrativas que estão atuando na capital baiana também serão testados.

Desde as primeiras notificações de casos positivos, a diretoria do Sindseps apontou a testagem como forma de proteger os trabalhadores e os cidadãos. Nas diversas reuniões presenciais e virtuais com a participação do sindicato junto à gestão por meio de Semge e SMS, o pleito fora apontado como urgente.

As visitas nas unidades de saúde também serviram para denunciar o alto risco de contágio pelo coronavírus. Desde o último dia 07 de abril, nossos diretores já faziam intervenções em favor da testagem. O coordenador geral Bruno Carianha esteve em uma unidade de saúde no Doron (relembre), onde havia a informação de servidor com positivo para a doença. No dia seguinte, em entrevista para a TV Itapoan/Record, novamente a testagem foi cobrada.

As diversas notificações feitas à Prefeitura Municipal seguiram e em outra situação ainda mais grave, a diretoria da entidade não poupou esforços para defender a biossegurança dos colegas. No CS Prof° José Mariane (relembre), a mobilização também exigia a realização dos testes e a descontaminação dos ambientes da unidade. O avanço da pandemia era sempre apontado como fator principal para reforçar a necessidade das testagens.

Diante do anúncio da testagem por parte da Prefeitura, novos e antigos desafios ainda movem o trabalho da diretoria do Sindseps. Segundo o coordenador geral Bruno Carianha, a gestão municipal ainda precisa reforçar a entrega de equipamentos de proteção individual (EPI’s) e garantir as condições se trabalho suficientes e adequadas para todos os servidores. “Continuamos intervindo em favor da proteção dos colegas que estão atuando no combate à pandemia. Nossos esforços seguem também para garantir a integridade de quem está no grupo de risco. Desde que fomos notificados de algumas suspeitas sobre contaminações apontamos os testes rápidos como solução mais ideal”, disse Carianha.

Na opinião do sindicalista, as intervenções feitas pelo Sindseps ainda no início do mês de abril permitiram maior celeridade para o início das testagens. “Quando falávamos de EPI’s e fomos à Justiça em busca dessa garantia, já discutíamos a testagem rápida para todos servidores como forma de certificarmos que as medidas tomadas estavam sendo eficazes para segurança biológica. Em abril, o Sindseps fez esse aceno e isso permitiu que agora fosse anunciado o início dos testes. Mais uma conquista dos trabalhadores em parceria leal com o sindicato e nós agradecemos essa confiança”, finalizou.

Além disso, verifique

Projeto torna crime fotografar ou filmar estabelecimento de saúde sem autorização

O Projeto de Lei 3311/20 criminaliza o registro fotográfico ou cinematográfico não autorizado em estabelecimento ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.