Home / Destaques / Guardas civis que atuaram em escala de 84 horas no Carnaval terão folga

Guardas civis que atuaram em escala de 84 horas no Carnaval terão folga

A cidade voltou com sua rotina e a diretoria do Sindseps continua mantendo sua atuação em defesa dos interesses dos colegas servidores municipais. O coordenador geral Marcelo Rocha esteve na sede da Guarda Civil Municipal de Salvador (GCMS) para dialogar acerca da necessidade de folga para os guardas civis que atuaram na escala de 84 (oitenta e quatro) horas no Carnaval 2019.

Compreendendo a necessidsde de manutenção dos serviços da GCMS, Marcelo Rocha buscou entendimentos no sentido de que tais folgas fossem agendadas com os superiores imediatos dos colegas, de forma que as atividades não sofressem soluções de continuidade. Tal combinação pode ser feita durante o mês de março de acordo com as negociações com a Inspetoria Geral.

Durante a reunião realizada na manhã dessa quinta-feira (07), o coordenador geral do Sindseps reiterou a necessidade de contemplação de colegas guardas civis que estiveram à disposição de outros órgãos da Prefeitura. Segundo ele, a Operação Carnaval montada na GCMS não consegue absorver todo efetivo e essa parceria aumenta a eficácia da ação de proteção na festa. “Cada colega que fica à disposição de outros órgãos é mais um servidor de pronto apoio na festa e que vai atuar diante de ocorrências que porventura surgindo. Isso aumenta a eficácia da nossa ação e esses colegas também contribuem para o êxito da nossa corporação na maior festa de rua do mundo. Infelizmente a Inspetoria Geral não entendeu dessa forma e não considerou ofertar a folga para esses colegas. Esse negativa deixou a todos frustrados. De nossa parte reafirmamos que continuaremos defendendo direitos iguais para situações iguais e seguiremos dialogando com a Inspetoria [Geral] neste sentido”, apontou Rocha.

Diante das expectativas, o coordenador geral reafirmou a necessidade de folgas para que os colegas possam se recuperarem mental e fisicamente para atuar em suas posições. “Estivemos nas ruas e vimos o quão desgastante foi a jornada dos colegas para fazer essa operação dar certo e ser elogiada por todos. Necessário recuperar energias e retornar com muito mais entusiasmo para servir à cidade e seus cidadãos”, concluiu.

Além disso, verifique

Retomada do controle social: Conselho Municipal de Saúde de Salvador tem novo presidente

“Viveremos um novo tempo de reafirmação do controle social na saúde pública de Salvador. Essa ...

Um comentário

  1. Excelente posicionamento do sindicato, ao que tange à operação e o descaso necessário aos colaboradores que fizeram da maior festa popular do mundo, com excelência a suas atividades.

    Espero que tds que fizeram parte possam ser xontwmplado. Essa é a forma que a instituição deveria fazer como forma de agradecer aos GCMs o seu empenho e dedicação.

    Vamos a luta !!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.