Home / Destaques / Diretor do Sindseps, Geraldo Costa é novo coordenador geral da Abasa

Diretor do Sindseps, Geraldo Costa é novo coordenador geral da Abasa

Salve, salvas! A saudação aos nossos agentes de salvamento aquático ganha um novo fôlego e mais experiência na luta. A Associação Baiana de Salvamento Aquático – Abasa escolheu seu novo coordenador geral para o 2019/2020. Ninguém mesmo que o SV Geraldo Costa Júnior, um dos fundadores da entidade e reconhecido como um dos mais competentes profissionais do salvamento aquático.

Com cerca de trinta e oito anos dedicados ao salvamento aquático, Geraldo Costa goza do respeito e admiração de seus colegas na Salvamar. Além disso, como diretor do nosso Sindseps, “Bilinho” como é carinhosamente conhecido, tem invejável experiência na ação sindical. Com esse lastro profissional e de atuação na luta de classes, o novo coordenador geral da Abasa foi escolhido de aclamado pelos salvas como representante das demandas que estão na ordem do dia da categoria.

Perguntado sobre os motivos que permitiram que aceitasse a nossa missão, Geraldo Costa afirmou que pretende deixar um legado ainda mais significativo para seus colegas que permanecerão nas águas e nas ruas lutando para salvar vidas e direitos. “Vivemos um momento de águas turvas na vida social em nossa cidade e no país. Quero deixar exemplo aos mais jovens de que lutar com consciência é sempre o melhor caminho. Vejo o futuro com olhos de esperança e meus jovens colegas serão instrumentos dessa transformação para a classe trabalhadora. Aqui no Salvamar, eles garantirão que as próximas gerações tenham direitos e possam viver de maneira sustentável”, disse Costa.

Sobre as pautas dos salva vidas, o novo coordenador foi enfático em apontar que a aposentadoria especial e as melhorias das condições de trabalho serão pontos de sua mais destacada atuação. “Nós, literalmente doamos nossos corpos para salva vidas. Estamos expostos às diversas condições climáticas durante nossa jornada. Diariamente, nós criamos as condições para poder trabalhar, pois as estruturas e materiais são precárias e insuficientes. Diante disso, a aposentadoria especial é uma bandeira que empunharemos com atitude. Retornamos de Brasília, onde fizemos intensa peregrinação em torno dessa pauta junto aos parlamentares e o Ministério Público do Trabalho. Chegamos para aumentar o alcance dos trabalhos feito s de maneira estratégica e inteligente para diretoria da Abasa”, pontou.

Ao ser questionado sobre possíveis críticas ao trabalho, Geraldo Costa ponderou e disse acreditar que comportamentos falaciosos não serão suficientes para comprometer o trabalho. “Encaro críticas com naturalidade e esse conteúdo é necessário para corrigir rotas. Quem age de maneira nociva e destrutiva não merece a importância que imagina ter com suas falácias. Quem quiser contribuir será acolhido fraternalmente e quem quiser destruição estará destruindo seu próprio futuro. Na nossa categoria, a luta será por todos, independente do comportamento diante do nosso trabalho”, finalizou Costa.

Além disso, verifique

Frente em defesa das guardas municipais será instalada na quarta-feira (16)

Será lançada na quarta-feira (16) a Frente Parlamentar em Defesa das Guardas Municipais. Sob coordenação ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.