Home / Destaques / Audiência pública no MP-BA discutirá situação de segurança e déficit de funcionários no CAPS II Águas Claras

Audiência pública no MP-BA discutirá situação de segurança e déficit de funcionários no CAPS II Águas Claras

Segurança e condições para trabalhar nos diversos postos de trabalho na Prefeitura de Salvador. Essa tem sido uma pauta recorrente na ação diária do Sindseps junto à gestão e os órgãos investigativos. As ocorrências que vitimam nossos colegas tem causado danos emocionais e financeiros que precisam ser sanados.

Uma dessas ocorrências motivou o pedido de procedimento investigatório por parte do Ministério Público da Bahia, por meio da sua Promotoria de Saúde. Segundo a denúncia, a operação do CAPS II Águas Claras está comprometida por falta de segurança e pelo quadro diminuído de profissionais para atender aos usuários dos serviços.

“A precariedade imposta aos trabalhadores não pode ser naturalizada. É um modelo gerencial que maltrata quem trabalha pela população. Quando o gestor público impõe dificuldades ao servidor, ele também pune o cidadão”, observou o diretor jurídico do Sindseps, Nildo Pereira.

Diante da situação considerada insustentável, o MP-BA designou audiência pública para tratar da pauta. O evento online acontecerá no próximo dia 23 de novembro, a partir de 11h, pela plataforma Microsoft Teams. Na oportunidade, o órgão colocará o déficit do quadro profissional e a seguranca naquela unidade em discussão.

“Vamos continuar apontado essas inconsistências no serviço público. Estamos fazendo a defesa social também quando defendemos o trabalhador do serviço público. Estimulamos que os colegas que tenham situações semelhantes em seus postos de trabalho que entrem em contato conosco para quem tomemos as mesmas providencias de acionar os órgãos investigativos e cobremos as responsabilidades da Prefeitura de Salvador”, afirmou o diretor Bruno Carianha.

Além disso, verifique

Conquista do trabalhador com a marca do Sindseps: redução de carga horária

Diante dos pedidos feitos pelos filiados ao Sindseps para que a entidade defendesse junto à ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.