Home / Destaques / Agentes de saúde contam com a “bancada do Sindseps” no DF na luta pelo piso nacional

Agentes de saúde contam com a “bancada do Sindseps” no DF na luta pelo piso nacional

edna_enadio_bsbA nossa “bancada” no Senado Federal está reforçada com a participação aguerrida dos diretores do Sindseps, Enádio “Careca” e Edna Maria. A presença dos dirigentes da entidade tem a intenção de cobrar dos senadores, a aprovação do piso nacional salarial dos agentes de saúde.

A sessão prevista para esta quarta-feira (21), tem a expectativa dos trabalhadores e trabalhadoras por todo o país. O piso nacional aprovado na Câmara dos Deputados seguiu seu rito legislativo, sendo enviado para o Senado Federal, onde sua possível aprovação fará a comemoração da categoria.

Por muitos anos, os agentes de saúde aguardam a regulamentação de um piso salarial nacional, com vistas a corrigir distorções históricas nos vencimentos desta categoria profissional tão importante para a manutenção da saúde coletiva.

Desde a votação do relatório final da Comissão Especial, lido e aprovado no dia 04 de outubro de 2011, a categoria esperava a inclusão e aprovação do texto final do Projeto de Lei 7495/06 que estabelece o valor de R$ 1.014,00 (hum mil e quatorze reais) para o piso salarial.

Para o diretor do Sindseps, Enádio “Careca”, a luta pelo piso salarial nacional é algo que se confunde com a própria sindsesp_aaces1história da categoria. “Foram vários momentos históricos ao longo dos anos. Esse sonho está perto de dar mais um passo na direção da realidade. Sabemos que essa batalha não termina aqui na Câmara dos Deputados. Nosso desafio é fazer com que a legislação seja cumprida nos municípios”, declarou o dirigente que também preside a Associação dos Agentes de Combate às Endemias de Salvador (Aaces).

A recusa de vários prefeitos pelo país impulsionou a pressão sobre os parlamentares federais para que o plano nacional não fosse aprovado. “Quando falo em desafio, proponho inicialmente que em Salvador, o gestor municipal seja coerente e respeitoso com sua história política, onde sempre exigiu que as decisões do Parlamento fossem cumpridas e aplique o piso salarial aprovado para os trabalhadores e trabalhadoras de nossa cidade”, concluiu Enádio.

A emoção do momento também é compartilhada pela diretora Edna Maria. Em mais uma oportunidade, a categoria tem a representatividade local presente na capital federal. A dirigente lembra do início da luta pela implantação do piso salarial para os agentes de saúde. “Minhas lembranças de cada momento retornam para o começo dessa guerra edna_bsbem 2008. Parecia impossível chegar aonde já estamos. Tudo começou com a regulamentação da profissão contida na Lei 11.350 de 2006. Mesmo assim, a vontade e a superação de muitos companheiros e companheiras permitiu que iniciássemos, quando muitos nem mesmo incentivavam. Reuniões em Salvador e em outras cidades baianas, idas e vindas aqui para Brasília e muita esperança na bagagem e no coração”, disse entusiasmada.

Representando o anseio e a expectativa da categoria, Edna que representa o “Movimento Frente da Transparência” ressalta a importância do Sindseps na jornada dos agentes de saúde soteropolitanos em busca do piso salarial nacional. “Em várias ocasiões, a mão amiga do Sindseps foi fundamental para que prosseguíssemos na luta. O apoio decisivo se deu mesmo quando a categoria não tinha nenhum membro na sua direção executiva. Quando decidimos caminhar juntos com este sindicato, um novo horizonte se abriu à nossa frente. Essa marca nunca será apagada, pois em vários momentos de conquista, o nome forte da entidade esteve reforçando essa batalha que vai mudar a vida de tanta gente”, destacou a sindicalista.

A diretoria do Sindseps acredita na aprovação do Piso Salarial Nacional para os agentes de saúde. O compromisso da entidade é caminhar junto da categoria para exigir a aplicação da legislação e de seus efeitos salariais junto à Prefeitura de Salvador. “Reiteramos nossa posição de defender os interesses desses trabalhadores e trabalhadoras, pois a confiança depositada no nosso sindicato é a credencial legítima da representatividade. Os ganhos obtidos depois de iniciada esta parceria são visíveis e incontestáveis”, afirmou o diretor Rogério Dantas.

Reforçando o posicionamento coletivo da entidade, o diretor Nildo Araújo falou sobre os próximos passos para a luta protagonizada pelo Sindseps. “Aguardamos o retorno triunfal dos nossos companheiros. A comemoração será com a afirmação da estratégia de mobilização para exigir o fiel cumprimento da legislação em nosso município”, enfatizou Nildo.

Os diretores Enádio “Careca” e Edna Maria estão em Brasília, desde ontem (20), quando percorreram os gabinetes dos senadores baianos e de outros estados para sensibilizar os parlamentares e votarem em favor do piso salarial nacional.

Além disso, verifique

Unidade na luta: entidades realizam reunião ampliada e traçam estratégias para 2020

Dialogando de forma coletiva para fazermos uma luta com unidade e ainda mais força, a ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.