Home / Destaques / Sindseps apresenta demandas dos guardas civis municipais no trabalho de enfrentamento da Covid-19

Sindseps apresenta demandas dos guardas civis municipais no trabalho de enfrentamento da Covid-19

A proteção dos nossos colegas guardas civis municipais durante a pandemia da Codiv-19 é motivo de preocupação da diretoria de nosso sindicato. Desde os primeiros dias do enfrentamento que a nossa cidade está fazendo, esses servidores tem desempenhado papel fundamental para garantir o isolamento social e a ordem urbana. A missão de preservação da vida está sendo cumprida fielmente pela Família Azul Marinho da capital baiana.

Desde a primeira intervenção junto à Inspetoria Geral quando solicitamos a suficiente e adequada distribuição de equipamentos de proteção individual e álcool em gel 70%, a diretoria do Sindseps monitora e acompanha as ocorrências relacionadas com a segurança sanitária dos nossos colegas que estão nas viaturas e postos fixos.

Nesta quarta-feira (1°), os diretores Marcelo Rocha, Alex Almeida e André Pureza estiveram acompanhados do coordenador geral Bruno Carianha em reunião na sede da Guarda Civil Municipal, na Avenida San Martin. Na pauta, as condições de trabalhos dos colegas guardas civis na pandemia.

Outros itens foram abordados durante a reunião e que refletem demandas urgentes a serem consideradas, como por exemplo, a interferência da redução de frota do transporte público e as restrições no transporte intermunicipal no início da jornada de trabalho. O risco de contágio durante as atividades e as formas de acolhimento para colegas que porventura venham ser contagiados pela Covid-19 também foram apontados pelo sindicato durante o encontro. “Se faz necessário acompanhar possíveis casos, monitorar resultados e garantir acolhimento e atendimento psicossocial para o servidor e seus familiares durante a recuperação médica”, afirmou o diretor Marcelo Rocha.

Uma preocupação pertinente encontra encaminhamento junto à Polícia Federal (PF): a renovação do porte de arma. Por conta da situação extraordinária, a intenção de oficiar à PF para prorrogação é a melhor alternativa para solucionar tal demanda apresentada durante a reunião.

Ao final da reunião, o coordenador geral Bruno Carianha falou sobre o trabalhos feitos pelos colegas GCM’s. “Mesmo em momentos de intensa crise, nós continuamos apoiando e representando nossos colegas. A respomsabilidade social exercida por cada colega é algo digno de todas as honras. Nossa intenção é resguardar direitos, proteger a saúde e a vida daqueles que corajosamente estão na batalha contra a Covid-19. A sociedade reconhece o importante papel dos guardas civis municipais e nós que estamos na direção sindical não pouparemos esforços para zelar por esse imagem. De maneira fraterna estamos juntos com nossos colegas, irmãos e amigos da Guarda Civil Municipal”, ressaltou Carianha.

Além disso, verifique

Vacinação de todos servidores municipais continua sendo buscada pelo Sindseps

As escolhas dos grupos iniciais dentro das prioridades no grupo de profissionais de saúde para ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.